O tenista português Pedro Sousa contraiu uma lesão durante a vitória nos quartos de final do torneio ATP de Buenos Aires, frente Thiago Monteiro, mas diz estar melhor e ansioso por defrontar Diego Schwartzman na meia-final.

"Lesionei-me um pouco abaixo do gémeo, no solear. Tenho uma pequena contratura, mas, entretanto, já fiz tratamento, tomei uns comprimidos e sinto-me melhor. Estou um bocadinho cansado, mas ansioso para jogar a meia-final", disse à agência Lusa o lisboeta, após a triunfo diante o brasileiro, por 7-6 (7-5) e 6-4.

Além de reconhecer alguma "sorte" e de ter servido "como nunca" naquela que foi a sua estreia nuns quartos de final de um torneio ATP, o número dois português e 145.º colocado do ‘ranking' mundial admite ser "uma sensação muito boa" garantir o apuramento inédito para as meias-finais.

"Não estava à espera de fazer meias-finais aqui, esta semana, mas estava a jogar bem, felizmente a fazer bons resultados e aproveitei a sorte que tive ao entrar no quadro principal como ‘lucky loser'", acrescenta.

Apesar de confessar sentir ainda "alguma dor, mas nada de especial", Pedro Sousa defende que estará pronto para jogar com o argentino Schwartzman, primeiro cabeça de série e número 14.º da hierarquia mundial, que também contraiu uma lesão na coxa esquerda no seu embate contra o uruguaio Pablo Cuevas, decidido em três ‘sets', pelos parciais de 5-7, 7-6 (13-11) e 7-5.

"Faço uma ligadura e estou pronto para entrar em ‘court'. Espero que o Diego [Schwartzman] recupere e possa jogar, porque seria uma bonita experiência jogar com ele na sua casa", sublinhou Sousa, que, aos 31 anos, é o quinto jogador português a disputar umas meias-finais de um torneio ATP, depois de João Cunha e Silva, Frederico Gil, João Sousa e Gastão Elias.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.