O capitão da seleção nacional de ténis, Rui Machado, confessou hoje estar à espera de "uma eliminatória em piso rápido e ‘indoor’" na Lituânia, no encontro referente ao Grupo I da Taça Davis, que ocorrerá em março de 2020.

"Esperamos uma eliminatória em piso rápido e ‘indoor’, dado o clima e altura do ano. Eles têm uma equipa bastante boa. Têm um jogador no top-100 e muito experiente, que é o Ricardas Berankis [68.º ATP], e o Laurynas Grigelis [442.º], que também já foi top-200 e joga muito bem em piso rápido", avançou.

O sorteio realizado hoje em Londres ditou o reencontro entre Portugal e Lituânia, que não se defrontavam desde 2013, no Club Internacional de Football, em Lisboa, e em causa estará a permanência no Grupo I, que será garantida pela equipa vencedora.

"Estamos à espera de uma eliminatória bastante renhida, mas esperamos que desta vez caia para o nosso lado", sublinhou Rui Machado, referindo-se à recente derrota com a Bielorrússia.

Apesar de "jogar fora novamente", o capitão português garante que o objetivo passa por "tentar preparar a equipa da melhor maneira e aguardar para ver como os melhores jogadores chegam" ao início da temporada "e em que estado de forma".

"Podia-nos ter calhado equipas que obrigassem a viagens bastante mais longas ou uma equipa com jogadores menos bem classificados no ‘ranking'. É um sorteio e não se escolhe os adversários. Temos é de nos focar neste adversário que é a Lituânia", frisou Machado.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.