O tenista brasileiro João Souza, atual 742.º do 'ranking' mundial, foi irradiado por ter sido considerado culpado de viciação de resultados, anunciou hoje a Unidade para a Integridade do Ténis.

De acordo com o organismo, João Souza foi considerado culpado de ter viciado resultados em vários encontros dos circuitos 'challenger' e 'future', no Brasil, no México, nos Estados Unidos e na República Checa.

Além da suspensão para a vida, João Souza, de 31 anos e que chegou a ser 69.º do mundo, vai ter de pagar uma multa de 200.000 euros.

A Unidade para a Integridade do Ténis revelou ainda que o brasileiro não colaborou na investigação, destruiu provas e pediu a outros tenistas para não darem o seu melhor em encontros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.