O Benfica venceu hoje o Sporting, por 3-1, no quarto jogo da final do campeonato nacional de voleibol, e sagrou-se campeão nacional, reconquistando o título que os 'leões' tinham tirado às 'águias' na temporada passada.

Depois de ter perdido o primeiro encontro desta final (3-0), no Pavilhão João Rocha, o Benfica venceu os dois seguintes (3-0 e 3-2), no Pavilhão da Luz, e fechou hoje as contas do título na casa do rival, conquistando o seu oitavo campeonato nacional e completando o 'triplete' esta temporada, depois de já ter vencido a Taça de Portugal e a Supertaça.

O primeiro 'set' começou muito equilibrado, com os dois conjuntos a responderem ponto a ponto ao que o adversário fazia, sem que ninguém conseguisse ganhar vantagem. Ao chegar aos 10 pontos, o Sporting conseguiu pela primeira vez dois pontos de vantagem e não mais abandonou a liderança do marcador no primeiro parcial, que terminou com 25-19 favorável aos 'leões'.

Na entrada para o segundo 'set', o Benfica procurou rapidamente responder à vitória do Sporting no primeiro parcial. A equipa de Marcel Matz colocou-se na frente, mas os campeões nacionais aproveitaram alguns erros do bloco 'encarnado' para fazer a 'cambalhota' no marcador a meio do parcial. Contudo, o Benfica não se deu por vencido e na reta final empatou a partida a 23, fechando o 'set' com 25-23 no marcador, empatando o encontro.

O jogo seguinte começou novamente equilibrado, mas depressa o Benfica voltou a mostrar o fulgor do segundo parcial e, ao passar os 10 pontos, deixou o Sporting para trás, chegando a uma vantagem de 15-11. A equipa de Hugo Silva sentiu em demasia a diferença no marcador e, numa sucessão de erros, quer no bloco quer na defesa baixa, permitiu às 'águias' seguirem tranquilamente para fechar o jogo, que acabou com o parcial de 25-16 e permitiu ao Benfica chegar ao 2-1 e, mais importante, ficar a apenas um 'set' do título.

A jogar para impedir que o rival festejasse o título em sua casa, o Sporting tomou a dianteira no quarto 'set', mas o Benfica queria resolver já hoje as contas do título e, novamente à passagem dos 10 pontos, assumiu a liderança do encontro.

A equipa de Marcel Matz mostrou nessa fase a sua superioridade e um maior rigor, fechando o encontro em 25-19 e deixando em delírio as centenas de adeptos que se deslocaram ao pavilhão João Rocha para assistir aquele que foi o jogo do título.

Jogo realizado no pavilhão João Rocha, em Lisboa.

Sporting - Benfica, 1-3.

Parciais: 25-19, 23-25, 16-25 e 19-25.

Sob arbitragem de Ricardo Ferreira e Hélio Ormond, as equipas atuaram com os seguintes jogadores:

- Sporting: André Brown, Roberto Reis, Angel Dennis, Miguel Maia, Jordan Richards e Hélio Sanches. Jogaram ainda: Hugo Ribeiro (líbero 1), João Fidalgo (líbero 2), Leonel Marshall e Marko Bojic.

Treinador: Hugo Silva.

- Benfica: Raphael Oliveira, Théo Lopes, Frederic Winters, Flávio Suaves 'Zelão', Tiago Violas e Ivo Casas (líbero). Jogaram ainda: Marc-Anthony Honoré, André Lopes, Hugo Gaspar, Peter Wholfahrtstatter e Nuno Pinheiro.

Treinador: Marcel Matz.

Assistência: 2.673 espetadores.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.