O Benfica está a um passo de voltar à Liga dos Campeões de voleibol, 28 anos depois, após o triunfo de hoje diante dos croatas do Mladost Zagreb (3-0), em jogo da primeira mão da terceira eliminatória.

As duas equipas voltam agora a encontrar-se em 27 de novembro, em Zagreb, para o encontro da segunda mão. Em caso de passagem, o Benfica, que não competia ao mais alto nível nesta modalidade desde 1991/92, e a quem basta vencer dois 'sets', irá integrar o grupo D. Aqui, ombreará com os italianos do Perugia, os polacos do Verva Warszawa e os franceses do Tours.

A entrar num verdadeiro ciclo 'infernal', o Benfica, que tem cinco jogos em 10 dias, entre os quais estes dois da Liga dos Campeões e o embate com o Sporting, no próximo sábado, entrou em falso, com erros ofensivos, chegou a estar a perder (17-12), mas, na ponta final, conseguiu emendar depois de duas igualdades (21-21/22-22) e vencer por 25-22.

No segundo 'set', os comandados de Marcel Matz assumiram o controlo do jogo, pese embora terem estado a perder aos 16-15, depois de alguns erros na fase de receção, mas em que a organização e a resiliência de Hugo Gaspar e de André Aleixo, que foi o melhor jogador do encontro, fizeram a diferença no triunfo (25-20).

À semelhança do primeiro parcial, o Mladost Zagreb mostrou ter capacidade para 'bater o pé' ao Benfica, situação que Marcel Matz terá de ter em conta para a segunda mão, contudo, a inconsistência verificada ao longo do encontro, foi notória.

Alguns erros primários, como jogar a bola no campo do adversário, foram evidentes, o que beneficiou os campeões nacionais. Com o pavilhão gritando em uníssono o nome do Benfica, os 'encarnados' fecharam o terceiro 'set' 25-22.

Benfica - Mladost Zagreb, 3-0.

Parciais: 25-22 (29 minutos), 25-20 (25), 25-22 (27).

Sob a arbitragem de Evgeny Makshanov (Russia) e Jan Krticka (República Checa) as equipas atuaram com os seguintes jogadores:

- Benfica: André Lopes, Peter Wohlfahrtstatter, Hugo Gaspar, Marc Honoré, Tiago Violas e André Aleixo. Jogaram ainda: Ivo Casas (líbero), Théo Lopes, Nuno Pinheiro e Flávio Soares 'Zelão'

Treinador: Marcel Matz.

- Mladost Zagreb: Ivan Raic, Kruno Nikacevic, Bernard Bakonji, Sven Sarcevic (líbero), Marino Marelic e Tynifii Poluian. Jogaram ainda: Stefan Kovacevic, Tomislav Mitrasinovic, Sandro Dukic e Petar Visic.

Treinador: Radovan Malevic.

Assistência: cerca de 1.000 espetadores.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.